terça-feira, 24 de novembro de 2009

O que é HOARDING ?

Gente muito interessante estas informações. Temos que acabar com isso, estas pessoas precisam de tratamento URGENTE!!!!


A palavra tem o significado de esconder, colecionar e é o termo empregado para identificar um tipo de doença psíquica que atinge um grande número de protetores de animais. A pessoa começa abrigando alguns animais, na melhor das intenções e vai aos poucos perdendo a noção de espaço e de limites, até que tenha um número considerável de animais vivendo em sua casa, agora já totalmente inadequada para tantos bichos.


Começa, então, a vedar portas e janelas, a impedir a entrada de pessoas em sua casa, a descuidar-se completamente da higiene e já não acolhe apenas os animais que lhe são entregues, mas vai compulsivamente buscando mais e mais animais e os colocando prisioneiros nessa pocilga.
É comum encontrar-se carcaças junto com lixo, restos de comida, roupas e camadas de fezes nesses "abrigos".
Segundo pesquisa divulgada pela PETA, tratam-se de pessoas inteligentes,educadas, com boa escolaridade, provenientes de famílias de classe media em sua maioria, e muito bem intencionadas.


Acreditam sinceramente que estão propiciando aos bichos um lugar seguro e muitas vezes só são "descobertos" quando morrem ou quando o cheiro de suas casas fica insuportável para os vizinhos.
Recusam-se a doar os animais, mesmo para lares adequados. É preciso ter em mente que se trata de uma DOENÇA, que requer tratamento psiquiátrico e retirada imediata dos animais sob sua proteção.
Nos Estados Unidos ,essas pessoas ficam impedidas de ter bichos novamente e são periodicamente avaliadas por psicólogos e assistentes sociais.
Todos nós, protetores, temos um pé no hoarding. Para nós, é quase impossível ver um animalzinho necessitado sem o impulso de recolhê-lo, sem medir muito as reais possibilidades de espaço, alimentação e tratamento veterinário. É nosso dever ter em mente, em primeiro lugar, o bem-estar dos animais e isso inclue um abrigo e cuidados adequados.


É bom ficar alerta para os primeiros sinais de ultrapassagem dos limites e evitar, ao máximo, sobrecarregar aqueles protetores que já demonstram alguma tendência para essa enfermidade.
Amigos protetores: após ler muitas mensagens com teor semelhante, achei propício falar sobre HOARDING.


Animals hoarder - Colecionador ( ou acumulador ) de animais - por Martha Follain.
Hoarding é uma patologia psiquiátrica, que é caracterizada por uma excessiva acumulação e retenção de coisas e/ou animais até eles interferirem no dia a dia, como o cuidado com a casa, saúde, família, trabalho e vida social. Hoarding é, muito freqüentemente, um sintoma de uma doença mental mais grave, como o transtorno obsessivo compulsivo. O Dr. David Tolin, diretor do Centro de Transtornos da Ansiedade, do Hospital Hartford, define hoarding: "Até agora, hoarding é considerado por muitos pesquisadores como um tipo de transtorno obsessivo compulsivo. Entretanto, para outros cientistas, hoarding também pode ser relatado como:


* transtorno do controle do impulso (como comprar compulsivamente);
* depressão;
* ansiedade social;
* transtorno bipolar. "


Há os acumuladores de coisas e os acumuladores de animais. Os acumuladores de animais , animals hoarders , são pessoas que necessitam de cuidados psiquiátricos, porém ainda não há literatura médica a respeito. Essas pessoas têm dificuldade em tomar decisões racionais e de tomarem conta de si próprios, mesmo em relação ao básico.


Também não conseguem lidar com situações que não possam controlar – geralmente a morte de qualquer animal leva a uma forte sensação de angústia. O Dr. Gary Patronek, veterinário americano, diretor do Centro para Animais e Políticas Públicas da Universidade de Tufts e seu grupo chamado "The Hoarding of Animals Research Consortium", criado em 1997, definiram um acumulador de animais como:


* alguém que acumula um grande número de animais sem lhe dar a garantia da cobertura das necessidades básicas (comida, cuidados de saúde e de higiene);
* alguém que não tem a capacidade de entender a deterioração progressiva da saúde e higiene de seus animais, (não reconhece a doença, a morte e a fome) e do meio onde se encontram (superlotação e más condições higiênicas).


* Dr. Gary Patronek também conduziu uma pesquisa, em 1999, para delinear o perfil do acumulador de animais e, chegou às seguintes conclusões:


* 76% são mulheres.
* 46% têm 60 anos ou mais.
* A maioria é de solteiros e mais da metade vive sozinho.
* Em 69% dos casos, fezes e urina de animais estavam acumuladas nas áreas sociais da casa. Em mais de 25% dos casos, a cama do acumulador estava suja com fezes e urina.
* Animais doentes ou mortos foram descobertos em 80% dos casos relatados, ainda que em 60% dos casos os acumuladores não reconhecessem o problema.


Em maio de 2003, os agentes da Humane Society de Maryland, nos Estados Unidos, invadiram o centro para animais "Chubbers Animal Rescue" , do casal Linda Farve e Ernie Mills. Os agentes encontraram mais de 300 gatos, vivendo em condições precárias de alimentação e higiene, incluindo mais de 70 corpos de felinos, em vários estágios de decomposição. Além disso, o chão do "estabelecimento" estava coberto por fezes, urina lixo e esqueletos. O casal foi julgado e condenado por crueldade contra os animais.
Os acumuladores, muitas vezes, aparentam levar vidas normais- são educados, simpáticos e conversadores. Porém, os animais (e eles próprios) vivem entre fezes, urina e lixo e, encontram-se subnutridos e doentes. Os cães, geralmente, estão infectados por várias doenças e os gatos com leucemia (FeLV), aids felina (FIV), etc.


Os animais que morrem, freqüentemente não são retirados do local. O acumulador não tem a percepção da falta de higiene e dos riscos para a própria saúde e a dos animais. O acumulador não consegue dizer "não" a colocar mais um bicho em sua casa, por mais que esteja superlotada ou que o animal recolhido esteja muito doente (contagiando os outros animais). Ele acha que o bicho estará bem com ele, melhor do que em qualquer outro lugar e "nega" que seus animais estejam em condições precárias de saúde. Cães e gatos são as principais vítimas: 65% de gatos e 60% de cães , estão envolvidos nas ocorrências. Como o acumulador é , uma pessoa mentalmente doente, há controvérsias em relação à punição desse tipo de pessoa. Mas, de uma forma geral, o acumulador é enquadrado nos crimes de negligência e crueldade contra os animais – maus - tratos.
Esse tipo de situação já é preocupante , em termos de saúde pública, em todo o Brasil.


Na Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre, alguns cães estavam presos junto com todo esse entulho!! Como foi dito,"para que estivessem protegidos". Concluimos que isso é uma grave doença que cresce assustadoramente na nossa sociedade. Não podemos mais fechar os nossos olhos. Envolve a vida desses animais que se encontram confinados em muitas casas. "Cuidados" por pessoas extremamente doentes. É um caso de saúde pública.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A triste realidade do abandono

O cartunista, ilustrador e jornalista Clóvis Geyer lança uma série de tiras mostrando a triste e dura realidade dos animais abandonados. Excelente iniciativa!


1- Abandonado



2- A longa noite



3- Sim, sempre pode ser pior



4- O dilema

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Agradecimento ao pessoal da Coopertaiva dos Defensores dos Animais


É isso gente! A união faz a força! Neste domingo dia 15, o pessoal da Cooperativa deu uma grande força para a Ana Emilia que está empenhada no auxilio aos cães da Lomba do Pinheiro.


Mas ainda há muito o que se fazer por lá! Algumas casinhas foram montadas e alguns cães foram melhor distribuidos.


Mas, segue a proposta, temos que retirá-los de lá e dar-lhes melhores condições de vida.


Vamos continuar divulgando, eles precisam de um LAR!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

CEMPA, antiga ALPA em São Leopoldo, em crise novamente!!

Depois de toda a divulgação feita pela midia, 4 meses atrás, o Centro Municipal de Proteção Animal - CEMPA, encontra-se nessa situação!











Condições de higiene














terça-feira, 3 de novembro de 2009

São Leopoldo - Tratamento urgente!!

Estes são alguns dos mais fragilizados





Notícia maravilhosa - O LINGUICINHA FOI ADOTADO!!!Agora se chama Bidu e mora em Porto Alegre









Este era o Bambi, faleceu na semana passada, não suportou a espera.









Este é o Scherek, está sendo muito bem tratado dos seu problemas de pele em uma casa de passagem.

São Leopoldo. Vamos ver as condições de higiene do local.

Pessoal! Imaginem quando bate o sol! E isso que o verão ainda nem chegou!!
















Mais uma situação crítica!!

Assim como na Lomba do Pinheiro, mais uma senhora, acreditando beneficiar os animais, recolhe diversos cães sem ter as mínimas condições necesárias para seu próprio sustento.
Desta vez a coisa é pior ainda, porque são 275 animais!!
Vejam as fotos e reflitam, porque retirar estes cães das ruas,somente para serem privados de algo que todo ser necessita: SUA LIBERDADE?




















Imaginem com esse calorão que está fazendo, estes pobres animais presos!!!















Olhem só o estado que se encontram esses animais!! Será que valeu a pena terem sido recolhidos?























sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Lomba do Pinheiro - Casa de passagem - URGENTE!!!

Vejam como é necessária a retirada desses cães.
Contato: amigosdoscachorrinhos@gmail.com

video
video
video

Lomba do Pinheiro - Cães aprisionados

Sim, há cães aí dentro. Dia e noite, janelas e porta sempre fechadas!

Contato: amigosdoscachorrinhos@gmail.com






Estes cães necessitam urgente respirar um ar puro, correr, pular, necessitam de liberdade!!